O Último dos Moicanos: "She" - Elvis Costello

terça-feira, 24 de janeiro de 2006

"She" - Elvis Costello

video
"She May be the face I can't forget. A trace of pleasure or regret May be my treasure or the price I have to pay. She may be the song that summer sings. May be the chill that autumn brings. May be a hundred different things within the measure of a day. She May be the beauty or the beast. May be the famine or the feast. May turn each day into a heaven or a hell. She may be the mirror of my dreams. A smile reflected in a stream. She may not be what she may seem inside her shell. She who always seems so happy in a crowd. Whose eyes can be so private and so proud No one's allowed to see them when they cry. She may be the love that cannot hope to last May come to me from shadows of the past. That I'll remember till the day I die She May be the reason I survive The why and wherefore I'm alive The one I'll care for through the rough and ready years Me I'll take her laughter and her tears And make them all my souvenirs For where she goes I've got to be The meaning of my life is she."
She - Elvis Costello, com a Filarmónica de Liverpool

Etiquetas: , ,

17 Comments:

Blogger DarkMorgana said...

Sempre adorei essa música do Elvis Costello!!
E consegue-se ouvir perfeitamente aqui, enquanto se lê...

Presumo que "She" seja a Dragona...

terça-feira, janeiro 24, 2006 2:07:00 da manhã  
Blogger Cleopatra said...

Meu Deus Morgana o seu Mundo é mesmo Mágico !!

A dragona?'

Então a mulher deita fogo pelas ventas????!!!!

She...
nada disso..
Há semopre uma She na Vida de um homem..

Mas alguns não dão nem por isso...
Outros, ... olhe é o que se v~e...

Outros se calhar dão por isso mas não têm coragem nem sensibilidade para o dizer..



She

May be my treasure or the price I have to pay.

May be a hundred different things
within the measure of a day.

She
May be the beauty or the beast.

Whose eyes can be so private and so proud

May come to me from shadows of the past.


She
May be the reason I survive


For where she goes I've got to be
The meaning of my life is
she.
Elvis Costello - She

P.S. : - Adoro, esta música, adoro.
(as virgulas são as lágrimas que me afloram os olhos qdo a oiço. note: Chora-se de alegria)

terça-feira, janeiro 24, 2006 1:59:00 da tarde  
Blogger Apache said...

She?...
May be the beauty or the beast...
May be a hundred different things
within the measure of a day!...

quarta-feira, janeiro 25, 2006 2:41:00 da manhã  
Blogger Cleopatra said...

Ok ok ok mais virgulas não!

quinta-feira, janeiro 26, 2006 12:04:00 da manhã  
Blogger Maggie said...

O mais importante: She saberá que é a She do Apache? E será ele o He da She?
Se souberem e se vivem esse Amor, são duas pessoas cheias de sorte!
Se for este o caso - Parabèns, Apache!

sexta-feira, janeiro 27, 2006 8:19:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Olá Maggie, obrigado pela visita, volte sempre.
Já agora para satisfazer a sua curiosidade... Sim ela sabe mas prefere ignorar, ele não é o He dela, como dizem os brasileiros "tá nem aí..."
Há mulheres que detestam que os homens se apaixonem por elas!

sábado, janeiro 28, 2006 1:33:00 da manhã  
Blogger Eva said...

São umas ingratas!!! ;-)
Mas a maior parte das vezes é ao contrário.....

sábado, janeiro 28, 2006 1:33:00 da manhã  
Blogger Apache said...

Concordo, a maior parte das vezes é ao contrário.
Digamos que a vingança atinge sempre a pessoa errada... É uma espécie de "Terrorismo da Alma".

sábado, janeiro 28, 2006 1:47:00 da manhã  
Blogger Eva said...

apetecia-me ser terrorista, mas não tenho com quem... como é bom ser amada

domingo, janeiro 29, 2006 2:39:00 da manhã  
Blogger Apache said...

Ó menina Eva, o confessionário é no outro blog... ;)

"como é bom ser amada." Conheço algumas que não gostam!!!

domingo, janeiro 29, 2006 3:06:00 da manhã  
Blogger Cleopatra said...

Depende do homem que se apaixona Apache!

Tudo tem que ver com quimica..

Se a quimica não é a certa!

nada a fazer...

O pior é quando era e... deixa de ser!!

Olhe, há de tudo!

domingo, janeiro 29, 2006 7:41:00 da tarde  
Blogger Carla Ferreira said...

Concordo plenamente com a Eva, a maior parte das vezes é ao contrário.
Ás vezes também me apetecia ser terrorista... só um bocadinho!

Para o Apache... não há mulher nenhuma que não goste de ser amada!

domingo, janeiro 29, 2006 11:30:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Para a cleópatra...
"O pior é quando era e... deixa de ser!!"
E às vezes deixa de ser sem que consigamos perceber porquê!...

Para a Carla e para a Eva...
A mim às vezes também me apetecia ser um bocadinho terrorista!

Para a Carla e para a Cleópatra...
Quando não amo quem me ama, pelo menos, respeito o seu amor. Porque é que algumas mulheres não são assim?

segunda-feira, janeiro 30, 2006 12:39:00 da manhã  
Blogger DarkMorgana said...

Não falem mais em terrorismo, senão daqui a pouco temos aqui o Bush a fazer comentários!

segunda-feira, janeiro 30, 2006 1:33:00 da manhã  
Blogger Carla Ferreira said...

Quem não respeita o amor do outro, não o merece, a não ser que não o entenda.

Quantas pessoas passam pela vida sem perceber o que é o amor.

Quem já sentiu... com toda a certeza respeita o outro.

Por isso, tudo isto não é uma questão de homens ou mulheres, é simplesmente uma questão de experiência de vida!
Há que passar pelo amor, para o entender e respeitar.

segunda-feira, janeiro 30, 2006 12:06:00 da tarde  
Blogger Silêncios said...

Um tema que me emociona profundamente...

segunda-feira, janeiro 30, 2006 2:03:00 da tarde  
Blogger redonda said...

Adoro esta música :)

segunda-feira, setembro 04, 2006 9:38:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home