O Último dos Moicanos: Sem desculpa

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

Sem desculpa

Mesmo que eu permaneça em silêncio, tudo em mim to anuncia... Sussurram-to as minhas mãos quando tacteiam o teu rosto… Falam-no os meus olhos quando lêem os contornos do que és... Gritam-no os meus lábios quando beijam os teus… Escrevo-o com o fogo do desejo, quando toco a tua pele… Lamento, mas não peço desculpa, não posso nem quero poupar-te a este AMOR!
Apache, Fevereiro de 2007

Etiquetas:

5 Comments:

Blogger Cleopatra said...

Não poupe Apache.
Infeliz do homem que poupa a mulher amada do seu amor.

quarta-feira, fevereiro 21, 2007 1:15:00 da tarde  
Blogger Cleopatra said...

Ah! Voltei s´´o por causa do titulo.
É que para mim há silêncios terríveis... de distância...
Ou seja, há silêncios e silêncios.

quarta-feira, fevereiro 21, 2007 1:17:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Há silêncios e silêncios, alguns dizem muito!

sábado, fevereiro 24, 2007 4:01:00 da manhã  
Blogger Cleopatra said...

Todos dizem muito.
Alguns dizem que não querem dizer nada.
Ou dizem: Esqueci.

sábado, fevereiro 24, 2007 10:11:00 da manhã  
Blogger Apache said...

Mas também há os outros!

sábado, fevereiro 24, 2007 7:38:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home