O Último dos Moicanos: Interpretação alternativa (?) da teoria da pressão

domingo, 17 de maio de 2009

Interpretação alternativa (?) da teoria da pressão

A propósito das alegadas pressões sobre os magistrados que investigam o mediático caso “Freeport”, o jornalista Joaquim Letria escreve com refinado humor… (ou talvez não?!) “Em Portugal já não se pode ser amigo do seu amigo. É o que demonstra o rumor dum estranho caso de alegadas pressões sobre magistrados. Vamos supor que há um magistrado que se vira para colegas e, imaginemos, lhes diz, à boca pequena: «Oh pá, vocês tramam-se!». E insiste: «Resolvam lá isto como os gajos querem, senão dizem adeus à carreira!». E recomenda: «Olha o trabalho da tua mulher que vai para o galheiro, se não mandas arquivar esta porcaria». E recorda: «Tinhas uma vida tão bonita diante de ti e deitas tudo para o lixo por causa dessa tua mania de seres sério!» E sublinha: «Olha que eu conheço estes gajos de ginjeira!» E suplica: «Tenham cuidado, que estes fulanos não são para brincadeiras!». E, desesperado, recorda: «Olhem que ainda falta vir aí o Ninja de Shaolin!» Então, isto são pressões?! Em Portugal já é proibido preocupar-nos com aqueles a quem queremos bem?! Já não se pode ser bom colega, amigo do seu amigo?! Francamente! São pobres e mal agradecidos!” - Joaquim Letria no "24 Horas" da passada sexta-feira
Apache, Maio de 2009

Etiquetas: , , , ,

2 Comments:

Blogger xavier ieri said...

Concordo com o Letria.
E ainda dizem que bons amigos são raros!!!
Ora botem aqui os olhos!

terça-feira, maio 19, 2009 9:41:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Olá, Xavier... Há quanto tempo...

sexta-feira, maio 22, 2009 2:20:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home