O Último dos Moicanos: Mais uma vez, o “Aquecimento Global”

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Mais uma vez, o “Aquecimento Global”

Uma das comentadoras habituais do blogue, a Sulista, no comentário deixado no “post” abaixo, chamou-me a atenção, para um artigo publicado no “Courrier Internacional”, que alerta para uma poderosa campanha de descredibilização da “teoria” do “Aquecimento Global”. Logo no título da notícia lê-se, “A maioria dos cientistas pedem acção urgente contra as alterações climáticas, mas há um lóbi influente que nega os riscos de catástrofe. Por vezes, com argumentos científicos muito válidos.”
Gosto particularmente do uso da expressão “lóbi”, pois refere-se a (uma minoria de) cientistas que têm lutado pelo esclarecimento da verdade, tendo muitos deles visto reduzidos ou anulados os subsídios de investigação tão necessários ao seu trabalho e muitos deles foram mesmo despedidos das universidades, por se recusarem (em nome da ciência) a “vender” a balela. Podemos, por isso chamar-lhes de “lóbi pela verdade”.
Também aprecio a expressão, “Por vezes, com argumentos científicos muito válidos.” De facto, só do lado dos que não concordam com a (antropogenia) responsabilidade humana num aumento significativo da concentração de dióxido de carbono na atmosfera (pois quanto a aquecimento global, ainda está por provar que existe), existem argumentos científicos válidos, por mais que esta seja “uma verdade inconveniente”.
Prosseguindo com a leitura do artigo, percebemos que ele não é mais que uma tradução, mais ou menos literal, de um outro, escrito a 13 de Agosto, na “Newsweek”.
Incapazes de contrariar a “mensagem” apresentada pelos “cépticos”, os charlatães usam a velha manobra de diversão, atacando os mensageiros, alegando que estes actuam sob os subsídios das grandes empresas. Ponto um: os investigadores têm família para sustentar, logo, necessitam de ser pagos pelo seu trabalho, é essa a sua fonte de rendimentos. Sem dinheiro não há investigadores, nem equipamentos, nem evolução científica. Ponto dois: A ExxonMobil foi uma das empresas mais reticente na adesão ao mito do aquecimento global, e terá subsidiado vários estudos que comprovassem a inexistência de aquecimento (fala-se inclusive, num prémio ridículo de 10 mil dólares, cerca de 1 400 contos, que a ser verdade, não servia sequer para começar uma investigação séria), no entanto actualmente, está do lado do dito, como quase todas as grandes empresas mundiais (como se comprova no seu “site”), sobretudo as petrolíferas e restantes empresas do ramo energético, os grandes bancos e os principais construtores automóveis. Se há um lado para onde o dinheiro jorra, é garantidamente o da propaganda ao aquecimento global (ver o “post” datado de 24 de Junho de 2007), o mesmo lado a que a comunicação social tem dado enfoque, e quem ousa desafiar este poder corre sérios riscos profissionais, pessoais, familiares e empresariais (há inclusive várias denuncias às autoridades americanas, de ameaças de morte aos cépticos). Este argumento dos pseudo-ambientalistas é portanto um tiro no próprio pé.
Já agora, duas perguntinhas inconvenientes…
Se é o aumento da concentração de dióxido de carbono na atmosfera que causa o aumento da temperatura, porque raio, o aumento de temperatura precedeu sempre (cerca de 800 anos em média) o aumento do dióxido de carbono?
Se o aumento do dióxido de carbono na atmosfera é da responsabilidade do Homem, porque é que ao longo da história do planeta, ele atingiu periodicamente valores idênticos aos actuais, muitos milhares de anos antes da revolução industrial?

Gráfico elaborado com os resultados obtidos no estudo dos cilindros de gelo de Vostok
P.S. Obrigado Sulista, pelo "link" e consequente oportunidade do "post".
Apache, Setembro de 2007

Etiquetas: ,

22 Comments:

Blogger gata said...

Bom dia índio....
Acho que, com este "post" percebi exactamente o teu nome do teu Blog.

Mas acho que não percebo isto. Então, o aumento do dióxido de carbono existe, mas não se prova que provoque aquecimento, logo, o aquecimento afinal, existe e não tem a ver com este aumento?
Esse lóbi tem habitações noutro planeta e está-se nas tintas para quem vive neste? é isso? É por isso que defende que não existe? Não vejo mais nehuma razão lógica, a não ser que seja mesmo verdade que o Homem nada tem a ver com o aquecimento global, apenas porque este não existe. Mas o mais provável é que os Srs do Lóbi sejam extraterrestres. Porque não percebo, volto a dizer, qual pode ser o interesse de fazer acreditar o mundo inteiro na teoria da "morte provocada pelas nossas mãos" se de facto isso não é assim. E refiro-me apenas à Teoria do Aquecimento Global. O contrário teria muita lógica. Generalizar-se a idéia do "não-aquecimento" e combater furiosamente quem dissesse o contrário. O que é que me está a escapar?

Bom fim-de-semana.
Um beijo.

sábado, setembro 22, 2007 9:34:00 da manhã  
Blogger gata said...

pois, é "o nome do teu blog"....

sábado, setembro 22, 2007 9:35:00 da manhã  
Blogger Apache said...

Pois é, Gata… Desalinhado, fora dos consensos, sem ir na onda.

Acho que a menina não fez o trabalho de casa, e não leu o “post” do dia 24 de Junho.

Nos últimos anos, têm-se assistido a um aumento de temperatura média em várias zonas do hemisfério norte, principalmente junto aos grandes centros urbanos, onde tem também aumentado a concentração de dióxido de carbono existente na atmosfera. Alguns milhares de cientistas que trabalham para grandes multinacionais e organizações políticas de formação de opinião pública, constituíram o Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC), da ONU e, baseado nos factos que descrevi (aumento de temperatura e do dióxido de carbono em vários locais do hemisfério norte e criaram a teoria do “Aquecimento Global”, atribuindo as culpas deste ao Homem e aos gases que a industria e os transportes emitem. Acontece que: 1º, não é muito correcto chamar global a um fenómeno que ainda que relativamente generalizado, só se observa em metade (ou menos) do planeta, no restante, o fenómeno é de arrefecimento e há (na comunidade científica) que ache que estamos a começar uma nova idade do gelo. 2º, o aumento do dióxido de carbono e o aumento de temperatura, estão relacionados, mas isso não significa que seja o dióxido de carbono a causar o aumento de temperatura, todos os dados de que dispomos apontam para o contrário, a temperatura começa a subir e alguns anos depois sobe a quantidade de dióxido de carbono, o que significa que podemos parar de emitir dióxido de carbono que se a temperatura subir, este continuará a aumentar por causas naturais, forçado por esse aumento da temperatura. Estes aumentos de temperatura e de dióxido de carbono (aumentos à escala de milhares de anos) e não aumentos nos últimos 200, como nos querem fazer crer, daí a tua confusão) aconteceram no passado e nada têm a ver com a existência do homem, pensa-se que resultam de alterações na órbita da Terra. 3º (voltando aos últimos 200 anos), a quantidade de dióxido de carbono emitida pelo Homem é muito pequena, quando comparado com o resultante de causas naturais (especula-se que cerca de 2%), por isso, mesmo que voltássemos à idade da pedra, o dióxido de carbono provavelmente continuaria a subir.
Quanto aos muitos milhões que são necessários para campanhas de propaganda como a que estamos a ver, são provenientes das grandes empresas do sector energético e não só. Muitas empresas estão a lucrar fortunas com os aerogeradores, os painéis solares e os biocombustíveis, em simultâneo, continuam a vender a mesma quantidade de petróleo. Em muitos países, o estado tem cobrado mais impostos sobre as emissões de dióxido de carbono, que se fossem cobrados de outra forma seriam muito impopulares. A elite governativa não quer saber do planeta para nada (até porque acredita que a tecnologia actual os salva de toda a porcaria que fazem), quer é mais notas no seu bolso e para isso, vale tudo.

Se é verdade que o Homem não controla o clima global, porque este é muito complexo e a sua evolução ainda é parcialmente desconhecida, é também verdade que a nível local, existe tecnologia capaz de causar alterações climáticas significativas. Estarão a fazê-lo para nos atirarem areia para os olhos? Há fortes suspeitas que sim, mas faltam provas concretas.

sábado, setembro 22, 2007 1:37:00 da tarde  
Blogger gata said...

Olá de novo...desalinhado. De baixo para cima:

Como as máquinas de chuva dos Israelitas?
"Elite" supõe uma forma de superioridade. A fasquia está assim tão baixa ou escapa-me mais qualquer coisa aqui e afinal a tecnologia é uma promessa de futuro mais do que destruição? (Talvez para uma elite apenas?)

Insistir em que é preciso procurar e desenvolver fontes de energia alternativas, fazê-lo, mantendo a mão bem fechada sobre o destino e os lucros das "tradicionais"... sim, agora faz mais sentido o Aquecimento Global.

Se bem me lembro, e não tenho assim tão má memória, o que se prendia com Alterações Climáticas há uns anos e parecia causar profunda preocupaçao, era o arrefecimento. É verdade que podia estar dístraida ou não ter feito bem o trabalho de casa ;) mas acho que é isso que me confunde. Como é que em dez ou quinze anos, num planeta onde as alterações se medem no mínimo em centenas de anos, o Homem consegue ter um impacto de tal ordem que, do perigo dum arrefecimento global e consequente glaciação se passa a um aquecimento global com estas supostas terriveis consequências...em dez ou quinze anos. pois. (Provavelmente mau feitio e distracção de gata)

Não, não li. E ainda bem. Não teria tido o prazer de "ouvir falar alguém realmente apaixonado pelo tema que expõe". :))

Praticamente consegui ouvir a tua primeira frase.

Para ti, hoje, um abraço, e um obrigada.

sábado, setembro 22, 2007 9:56:00 da tarde  
Blogger Sulista said...

Diabólico...até custa a acreditar! Mas pensando bem, não seria a 1ªvez que os grandes interesses económicos mentiriam...
Adorava ver essas «provas concretas»!

Vou começar a falar neste assunto a ver o que o pessoal diz...Não vai ser fácil...

Parabêns pela tua insistência e os posts em que tens vido a chamar a atenção para o assunto ;-)

UgH!

sábado, setembro 22, 2007 11:56:00 da tarde  
Blogger Apache said...

"Como as máquinas de chuva dos Israelitas?"
E não só, Gata, eles têm mais que isso.
Não sei se te lembras, aqui há uns anos, a Malásia tinha uma tal poluição nas ruas das principais cidades, sobretudo na capital (Kuala Lumpur) que as pessoas tinham de usar máscara para andar na rua. Sabes como se livraram dela? Compraram uma pequena tempestade a uma empresa russa e livraram-se da poluição.
A tecnologia é o desenvolvimento científico posto ao serviço da população para elevar os seus níveis de conforto, pelo menos na sua essência, depois aparecem uns "cromos" com outro tipo de entendimento.
Sim, infelizmente, a tecnologia de controlo climático está também a ser usada para fins militares, o escudo antimíssil, por exemplo. Porque é que achas que nos anos 90 se assistiu a um acelerado desmantelar de parte do arsenal nuclear de soviéticos e americanos... as armas nucleares são tecnologia obsoleta, para as superpotências.

"Vou começar a falar neste assunto a ver o que o pessoal diz...Não vai ser fácil..."
Vai devagar, Sulista. A maioria das pessoas "bebem" acriticamente a comunicação social e quando contrariamos a propaganda, mesmo com argumentos válidos, olham para nós com muita desconfiança, como se de repente descobrissem um extraterrestre.

domingo, setembro 23, 2007 3:21:00 da tarde  
Blogger Pecadormeconfesso said...

Tenho de estudar esta matéria. Nunca fui muito bom em quimica, nem em fisica. Por isso não sei explicar estas misturas drásticas.Tudo parece uma questão de compostos e componentes e misturas explosivas, umas mais que outras.
Fica um abraço.

segunda-feira, setembro 24, 2007 4:06:00 da tarde  
Blogger Sulista said...

Eu bem sei Apache...o pessoal vê-nos como 'extra-terrestes'...mas é preciso ser persistente pedagógicamente ;-)

Olha, e eles lá continuam:

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/ZCEZ9axHeSvYHNWah%2Bmv%2Fw.html

...é muito confuso tudo isto...

;-/


ps- Não tem nada a ver mas à séculos qe te estou pra dizer isto:
A tua música do Blog, é sempre a mesma quando se abre o teu Blog e está extremamente alto o volume...uma opinião: Não queres variar um bocadinho? Eheheheh...desculpa o atrevimento de opinião ;-)

Ugh!

segunda-feira, setembro 24, 2007 9:44:00 da tarde  
Blogger Apache said...

"Nunca fui muito bom em química, nem em física". Não sabe o que perde, Pecador :)

Continuam a dar-nos "música", Sulista...
Vou tentar alterar a ordem das primeiras músicas, se o hi5 deixar, às vezes está mal disposto.
Quanto ao volume alto, não consigo modificá-lo, porque copiei o leitor e só o webmaster do hi5 pode alterar o HTML (acho eu).
Deixei passar as férias e não tive tempo de trocar de leitor, talvez no Natal o consiga fazer. Até lá, se te incomoda, só posso pedir que o pares, no botão respectivo.
Ugh!

terça-feira, setembro 25, 2007 1:50:00 da manhã  
Blogger gata said...

Depende da quimica e física, na minha opinião. ;)

Voltei atràs para te dizer que lembro, sim, gente com máscaras e trapos a tapar a cara nas ruas de Kuala Lumpur. O desaparecimento da poluição não foi notícia, foi? Penso que nessa altura ainda via televisão.....

terça-feira, setembro 25, 2007 9:57:00 da tarde  
Blogger gata said...

Ah pois! pensei que era desta que mandavas a "Feiticeira" de volta para os vales desencantados de onde saiu.......
;)

quarta-feira, setembro 26, 2007 10:23:00 da manhã  
Blogger Apache said...

"O desaparecimento da poluição não foi notícia, foi?"
Que eu saiba, apenas num jornal americano, creio que o "The Washington Post".

"Pensei que era desta que mandavas a "Feiticeira" de volta para os vales desencantados de onde saiu"
"Tadinho" do Luís Represas, ficava sem música no meu blogue... :)

quinta-feira, setembro 27, 2007 3:38:00 da manhã  
Blogger gata said...

Tadinho do Luis Represas??
Mas quantas vezes por dia, digo por mês, é que esse ilustre Sr visita o teu blog para se ouvir cantar??????
Ora!
E hoje há beijo. Mesmo com feiticeira!

quinta-feira, setembro 27, 2007 4:12:00 da manhã  
Blogger gata said...

E como é que V. Exa sabe uma coisa dessas? De entre as centenas de pessoas que conheço(esta é uma maneira de conhecer-te,ou parte de ti) serás certamente o único que sabe e se lembra disso. Porquê?

Beijo meu, que estou mais curiosa que a gata.....

sexta-feira, setembro 28, 2007 2:41:00 da manhã  
Blogger Apache said...

“Mas quantas vezes por dia, digo por mês, é que esse ilustre Sr. visita o teu blog para se ouvir cantar?”
Que eu saiba, nenhuma.

“E como é que V. Exa. sabe uma coisa dessas? De entre as centenas de pessoas que conheço serás certamente o único que sabe e se lembra disso. Porquê?”
Estás-te a referir à poluição na Malásia? Tenho andado atento ao mito do “Aquecimento Global”. Os meus alunos costumam colocar questões relacionadas com o assunto.
Ah, quanto ao jornal que deu a notícia, foi o Wall Street Journal.
P.S. Desculpa o equívoco.

sexta-feira, setembro 28, 2007 4:44:00 da tarde  
Blogger gata said...

pois! ( o que não quer dizer que não venha...)

Desculpas Apache?? Ainda não tinha ido procurar, mas vou, portanto, obrigada.

Alunos? Hummm....
(gata, lembras? curiosa...lol)

Bom sábado, Índio professor!
E agora lá vou eu, cheia de coragem, repetir (quase)o que já li noutro moicano qualquer : Um mail para contactar-te era assim tão má ideia?

sábado, setembro 29, 2007 8:55:00 da manhã  
Blogger Apache said...

Se quiseres, posso publicar a (dita) notícia.

Não disse que o mail era má ideia, mas não poderá ser aqui? É que não vejo a caixa com regularidade.

sábado, setembro 29, 2007 3:45:00 da tarde  
Blogger gata said...

Se quiseres publicar, agradeço-te.
Se não quiseres publicar manda-a para lazycat@post.com. E eu não passo o tempo a consultar frenéticamente o mail... E aqui vai sempre haver muita coisa que não vou perguntar e muita coisa a que não vais responder, banais mas curiosidades minhas e respostas tuas, portanto... Agora é contigo, só tu sabes a que ponto queres preservar-te.A mim cabe-me apenas respeitar.
Beijo de gata índio...

sábado, setembro 29, 2007 7:50:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Ok, publicarei quando arranjar um tempinho para a encontrar na net.
Beijo.

terça-feira, outubro 02, 2007 2:20:00 da manhã  
Blogger gata said...

Hummm se não a tens, seres tu ou eu a procurar dá o mesmo trabalho. Não quero roubar-te tempo, que pelos vistos não tens.
Eu procuro, descansa dessa parte. Obrigada e dorme bem.

terça-feira, outubro 02, 2007 2:52:00 da manhã  
Blogger Giovanna said...

Eu descobri seu blog sem querer numa pesquisa para o colégio e confesso que estou perplexa com seus posts e idéias!Realmente faz muito sentido e é algo pra se pensar com cautela..
Mas como disse achei por uma pesquisa de colégio e por isso o comentário.. Se possível gostaria de mais informações sobre essa antiga situação da Malásia que entrou em discussão aqui nos comentários!
O meu trabalho é mais ou menos sobre isso e se vc pudesse me dizer algum link ou lugar que eu poderia pesquisar mais sobre a situação dela antiga ou atual sobre o assunto do Aquecimento Global por favor me informe!
Se puder o meu e-mail é gigi_pikinininha@hotmail.com
Ou pode ser por aqui mesmo, se puder me ajudar eu desde já agradeço!

Parabéns pelo blog !

segunda-feira, outubro 08, 2007 9:15:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Olá Giovanna, obrigado pela visita, ainda que acidental. E desculpa por só agora ter visto o teu comentário.
Quanto à notícia sobre a poluição na Malásia, já não está na Net, pelo menos não consegui encontrá-la, talvez com um pouco mais de tempo consiga. (Vou tentar de novo, no próximo fim de semana)
Se tiveres acesso à edição em papel… Trata-se do The Wall Street Journal de 13 de Novembro de 1997, e a notícia é assinada por Chen May Yee, à data, correspondente do jornal no sudeste asiático.
Quanto a informação (entenda-se propaganda, na minha perspectiva) oficial sobre o “Aquecimento Global”, tens o DVD do Al Gore, “An Inconvenient Truth” e os relatórios do IPCC.
Quanto à versão que me parece ser cientificamente (muito) mais correcta, tens o documentário produzido pelo “Channel 4”, em Março passado, “The Great Global Warming Swindle” que podes encontrar facilmente (penso eu) no Google.
Em inglês, existem muitas páginas pessoais de conceituados meteorologistas cépticos face ao “Aquecimento Global”. Mas se não tiveres muito tempo disponível para buscas, consulta o “site” (em português) http://mitos-climaticos.blogspot.com (onde quase todos os “post’s” são sobre este tema) e onde encontras em vários “post’s”, “links” para outros “sites” credíveis.
P.S. Se é um trabalho escolar, não te esqueças de citar a fonte, ou o autor, sempre que não for a tua opinião, dá mais credibilidade e preserva os direitos de autor.
Bom trabalho, e desculpa a não inclusão de mais “links” mas estou (hoje) sem tempo.

terça-feira, outubro 09, 2007 2:42:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home