O Último dos Moicanos: O que é o efeito de estufa? (2)

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

O que é o efeito de estufa? (2)

“O efeito de estufa atmosférico, uma ideia que os autores da expressão foram buscar aos trabalhos de Fourier (1824), Tyndall (1861) e (Arrhenius) 1896, que suportam a climatologia global, descreve um mecanismo fictício, no qual a atmosfera planetária age como uma bomba de calor que permite a troca de radiação entre ela e a superfície, mas em equilíbrio radiante entre si. Ora de acordo com a Segunda Lei da Termodinâmica, tal mecanismo não existe. No entanto, é tido por garantido, na esmagadora maioria dos textos publicados sobre climatologia, mesmo em literatura secundária, que esse mecanismo é real e assenta em bases científicas (…) É importante esclarecer que não há leis físicas que se apliquem em simultânea a uma estufa (clássica) e ao efeito de estufa da atmosfera. Também não há nenhuma fórmula que permita calcular a temperatura média da superfície do planeta. O habitual balanço termodinâmico que se faz recorrendo à Lei de Stefan-Boltzmann e à Primeira Lei da Termodinâmica, conduz-nos a um resultado errado, a troca de energia por condução, convecção e trabalho, não pode ser reduzida a zero, donde a definição corrente de efeito de estufa atmosférico é falsa.” Tradução minha de um texto de Gerhard Gerlich e Ralf Tscheuschner da Universidade Técnica Carolo-Wilhelmina (Alemanha), publicado em Julho de 2007, intitulado “A falsificação do efeito de estufa do CO2 atmosférico, do ponto de vista da Física”.
Apache, Agosto de 2008

Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Diogo said...

Continua a ser raro ver um artigo nos mass media que conteste o «global warming».

sexta-feira, agosto 08, 2008 1:47:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Eu não sei se este foi publicado nos “mass media”, Diogo, está publicado em arXiv.org e sei que que a Science se recusou a publicá-lo. De todos os artigos que já li, este é talvez o que vai mais longe no desmascar do embuste. Não se trata de saber se o aquecimento global é antropogénico ou não, trata-se de tornar claro que toda a teoria a ele associado é ridícula, desde a noção de efeito de estufa, à consideração do CO2 como um gás com uma capacidade de absorver energia muito superior à dos outros gases da atmosfera, como se apregoa.

segunda-feira, agosto 11, 2008 4:33:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home