O Último dos Moicanos: Olé…

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Olé…

A certa altura da entrevista concedida à “Antena 1”, António Marinho Pinto, Bastonário da Ordem dos Advogados, disse que “há uma criminalidade em Portugal, da mais nociva para o Estado e para a sociedade, que anda aí impunemente. Muitos exibem os benefícios e os lucros dessa criminalidade e não há formas de lhes tocar. Alguns até ocupam cargos relevantes no Estado Português.”
Instado a apresentar exemplos, afirmou que “ há membros do Governo que fazem negócios com empresas privadas e depois quando saem vão para administradores dessas empresas”. Concluindo a ideia dizendo que se esbanjam “milhões de euros em pagamentos de serviços cuja utilidade é duvidosa e depois não há dinheiro para necessidades básicas.”
Com afirmações deste tipo, que muito boa gente gostaria de fazer, mas nenhum notável tinha arranjado coragem para tal, Marinho Pinto voluntaria-se para ser o homem da cara. Pergunto, teremos pega ou a tourada vai continuar como até aqui?
Apache, Janeiro de 2008

Etiquetas: , ,

5 Comments:

Blogger Cleopatra said...

Não temos pega na minha opinião.
Como já disse no Blog "Anónimo", não se pode vir a público dizer que alguém sem nome fez ou aconteceu
Se queremos ser sérios há que ser sério mesmo.
Vamos ficar pelo diz que dizem.. e tal e coiso...falam falam e não dizem nada.
ou seja: Nem de cernelha.

Apache, o grande chefe ficou ingénuo de repente?
Quem quer denunciar "coisas" como as insinuadas, fá-lo "À séria" na Procuradoria.

Se Marinho Pinto tem obrigação de o fazer??! AI TEM TEM!
Mas que o faça de forma consistente e não panfletária

Ser bastonário da OA não é o mesmo que ser jornalista.

segunda-feira, janeiro 28, 2008 7:30:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Compreendo perfeitamente o seu ponto de vista e concordo com quase tudo. Mas quanto a nomes, há vários que todos conhecemos, uns com provas mais evidentes que outros.
O facto de ter optado pelo mediatismo não significa que não apresente queixa junto de quem de direito, a PGR, neste caso. Talvez o devesse ter feito primeiro e depois se dirigisse à imprensa. Talvez tudo não passe de propaganda, agora tão na moda. Sinceramente também não acredito que tenhamos pega (pode ser que nos enganemos) e se tivermos será como naquela imagem que coloquei num dos primeiros “post’s” deste blogue a elogiar a coragem do “Zé”. Lembra-se?

segunda-feira, janeiro 28, 2008 9:59:00 da tarde  
Blogger Diogo said...

Infelizmente a tourada promete continuar. Mas Marinho Pinto devia ir até ao fim nas suas acusações e a blogosfera devia dar-lhe a amplificação merecida. É possível fazer muito barulho aqui. Se a causa é merecedora, devemos fazer tudo para que estes fogachos de coragem tenham a abrangência devida.

terça-feira, janeiro 29, 2008 12:40:00 da tarde  
Blogger cris said...

Não haverá tourada. Estou com Cleopatra. Aos toiros interessa-lhes continuar na pastagem, ao forcado, com sorte ficará como está atrás da árvore que é árvore: o tal coiso e tal. Mais nada.

Boa semana!

terça-feira, janeiro 29, 2008 8:01:00 da tarde  
Blogger Cleopatra said...

Nem mais cris.
Não haverá tourada e descanse quem pensava ir ver touros de morte!

sábado, fevereiro 02, 2008 3:21:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home