O Último dos Moicanos: O “CimateGate” para lá do “ClimateGate”

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

O “CimateGate” para lá do “ClimateGate”

O “Sunday Times” do passado Domingo relatava (pelo jornalista, Jonathan Leake) que os dados originais das temperaturas dos últimos 150 anos foram deitados para o lixo. Segundo o jornal, cientistas da universidade de East Anglia, a que pertence a Unidade de Pesquisa Climática (CRU) envolvida no escândalo “Climategate”, admitiram que deitaram fora a maior parte dos dados de temperatura em que se baseiam as suas previsões de aquecimento global. Isso significa que não é possível a outros académicos verificar a base que suporta os cálculos dos alarmistas. Ao abrigo do Freedom of Information Act (Lei da Liberdade de Informação) conhecido pela sigla FOIA (que curiosamente, ou talvez não, foi o “nick” escolhido pelo pirata que atacou o servidor do CRU) a universidade havia já sido contactada (pelo menos em duas ocasiões) para revelar os dados que estão na origem das previsões e como resultado do escândalo iria provavelmente ser obrigada a fazê-lo. Em antecipação à possível pressão da justiça, o CRU, em declaração publicada na sua página oficial afirma: “nós não possuímos os dados originais, apenas os valores tratados (homogeneizados e com qualidade controlada)”. Curiosamente, Phil Jones, o Director do CRU, anteontem suspenso, não o liderava em 1980, ano da alegada destruição dos dados, que terá ocorrido, de acordo com a versão oficial, “para poupar espaço, aquando da mudança para novas instalações.” Conclusão, não há dados originais das temperaturas registadas pelos termómetros nos últimos 150 anos, apenas dados manipulados. Os dados de temperatura registados pelos satélites, datam apenas dos últimos 30 anos e o IPCC não os tem considerado válidos. Pelo que, não temos como provar se a Terra está a aquecer ou a arrefecer. O que há partida poderia ser problemático, mas não é. De facto, como já escrevi há algum tempo (neste blogue), mesmo os dados originais, (que poderiam contribuir para a possível defesa desta teoria) não tinham valor científico.
[continua…]
Apache, Dezembro de 2009

Etiquetas: , , ,

2 Comments:

Blogger Diogo said...

A questão que coloco são os Media, cada dia mais acirrados a favor do «aquecimento global». Vamos continuar a aceitar, mansamente, a mentira televisiva?

sexta-feira, dezembro 04, 2009 10:50:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Nós sempre aceitamos “mansamente” as mentiras televisivas, Diogo. O que faço neste blogue é o mesmo que faço junto da família, dos amigos, dos alunos, ir expondo as mentiras à medida que vou tropeçando nelas. Não sei que mais podemos fazer, não temos a audiência das televisões, rádios ou jornais.

terça-feira, dezembro 08, 2009 1:40:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home