O Último dos Moicanos: "Eduquês", "Sociologuês" ou incapacidade cognitiva?

segunda-feira, 23 de junho de 2008

"Eduquês", "Sociologuês" ou incapacidade cognitiva?

«Encontrámos [no grupo II] dois termos da Terminologia Linguística do Ensino Básico e Secundário [“frase subordinada relativa” e “verbo auxiliar modal”], que como se sabe não está em vigor. (…) O ponto de partida para uma reflexão que é proposta aos alunos é um texto do Padre António Vieira, que não faz parte do programa do 12.º ano. (…) Há uma pergunta sobre “Os Lusíadas” [a 2 do grupo I] cuja formulação não é clara.»
Comentário da Associação de Professores de Português, ao exame nacional (1ª fase) do 12º ano.
"Na generalidade, a prova é mais acessível e mais fácil do que nos anos anteriores. Algumas questões poderiam ser resolvidas por alunos do 2º ciclo."
Comentário da Associação de Professores de Matemática, ao exame nacional (1ª fase) do 9º ano.
“O nível geral da prova é demasiadamente elementar. (…) Aos alunos no ano terminal do Ensino Básico, ou seja, no final da escolaridade obrigatória, deveria exigir-se outro tipo de dificuldade. (…) A questão 1 resolve-se contando pelos dedos. A 3 é facilmente resolvida por alunos do 1º Ciclo. A 6, que envolve percentagens é tão simples que um aluno do 2º Ciclo deveria ser capaz de resolver. (…) As matérias específicas do 9º ano constituem apenas 22 dos 100 pontos. (…) Em todos os casos os conceitos avaliados são simples e testados com exemplos demasiado elementares.”
Comentário da Sociedade Portuguesa de Matemática ao exame nacional (1ª fase) do 9º ano.
“Todas as perguntas se ficam por questões extremamente elementares. Persiste-se no fornecimento de um formulário de eficácia muito duvidosa, sobretudo porque pode levar o aluno a classificar de fórmula algo que é um conceito. Persiste-se também em questões que pouco ou nada exigem de conhecimentos prévios em Química. Exigem apenas que o aluno saiba ler (nem precisa sequer de ter grandes competências a nível da interpretação) um texto (caso da questão 1.2), ou os eixos de um gráfico (caso da questão 2.2.1).”
Comentário da Sociedade Portuguesa de Química ao exame nacional (1ª fase) de Física e Química A do 11º ano.

Etiquetas: ,

4 Comments:

Blogger Eva said...

Se as notas não aparecem a bem que apareçam a "mal", essa agora! O que interessa é que apareçam.
Não é verdade que para os políticos o que conta mais são as estatísticas?
Logo qual é a admiração... ;-)

Este país está realmente cada vez mais mal frequentado, não acahas?

beijo e boas reuniões

segunda-feira, junho 23, 2008 3:15:00 da tarde  
Blogger Apache said...

"Este país está realmente cada vez mais mal frequentado"!
Beijo.

terça-feira, junho 24, 2008 1:13:00 da manhã  
Blogger cris said...

Biba a cracolândia! É preciso é ser inginheiro.

terça-feira, junho 24, 2008 1:55:00 da tarde  
Blogger Cleopatra said...

Ai ai.............Até a minha miúda comentou:- ANdei todo o ano num inferno, para isto!
~
Frustração?!

quarta-feira, junho 25, 2008 12:52:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home