O Último dos Moicanos: Espelho meu, espelho meu… Há alguém mais mentiroso do que eu?

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Espelho meu, espelho meu… Há alguém mais mentiroso do que eu?

Como é do domínio público, o Primeiro-Ministro reuniu na passada segunda-feira (27 de Julho), por volta das 17:30, na cantina da LX Factory (em Lisboa) com 20 escritores de blogues. Quem quisesse participar, inscrevia-se previamente e esperava pela selecção, que, como é óbvio, escolheria maioritariamente gente próxima do Partido Socialista [como exemplo os blogues: “Jugular”, onde escreve a namorada do senhor José Sousa; “Simplex” blogue de apoio à campanha socialista, “País Relativo”, etc.] e meia dúzia de críticos moderados (com uma ou outra excepção), para dar a tradicional ideia de pluralidade, à “coisa”. Dos vários assuntos abordados, o vídeo abaixo, da autoria do professor Maurício Brito [publicado no blogue “A Educação do Meu Umbigo” (de Paulo Guinote)], destaca a pergunta do participante Tiago Moreira Ramalho, do blogue “O Afilhado”, sobre o número de professores avaliados em 2008, apresentado pela Secretaria de Estado da Administração Pública; assunto abordado por mim, no ‘post’ anterior. Atente-se, nas afirmações do senhor José Sousa: “Eu não tenho a certeza deste número, mas se não for este é parecido.” Refere-se aos 160 174 funcionários do Ministério da Educação, alegadamente avaliados em 2008 (86,5% do total), quando, na melhor das hipóteses, foram avaliados 48 571 (27,74% do total). “Estes números estão fresquinhos.” Como os números apresentados se referem a 2008, deduzo que tenham sido conservados no gelo. “Esta avaliação é a primeira vez que se faz. É a primeira, não tem antecedente histórico.” Falha grave de memória. A avaliação de professores foi suspensa por este Governo, em finais de Agosto de 2005, aquando do congelamento da progressão na carreira. Antes, a avaliação docente decorria desde 1998, ao abrigo do Decreto Regulamentar nº 11/98, de 15 de Maio, que substituiu o anterior diploma que regia a dita avaliação, o Decreto Regulamentar nº 14/92, de 4 de Julho. Destaco também o facto de, aos 2 minutos e 24 segundos (do vídeo), quando o senhor Sousa se apresentava algo atrapalhado, o participante, Hugo Santos Mendes [que curiosamente não consta da lista de participantes previamente fornecida, que escreve nos já citados blogues: “Simplex” e “País Relativo”], assessor da senhora Ministra da Educação, se levantar do lugar e segredar algo ao Primeiro-Ministro. A partir desse momento mágico, o senhor Sousa numa volta de 180º face ao que havia dito, afirma: “Eu não sei responder a esses números. Não sei de que é que está a falar.” Mais comentários, para quê?

Apache, Julho de 2009

Etiquetas: , , ,

5 Comments:

Blogger Diogo said...

Estou cada vez mais desapontado com o Sousa. Isto de cursos tirados aos Domingos… Mas conta que é forte em inglês técnico.

sábado, agosto 01, 2009 12:35:00 da manhã  
Blogger Apache said...

"Forte"? Não será mesmo... Gordo?

quarta-feira, agosto 05, 2009 3:30:00 da manhã  
Blogger Maria said...

Olá!
lembrei-me de ti e vim te visitar.
O que é preciso agora é este PM ser corrido nas eleições...

Eu agora estou aqui:

http://www.flickr.com/photos/maria_sketchs/

Bjs

sábado, agosto 08, 2009 10:45:00 da tarde  
Blogger Maria said...

Maria A ex-Sulista :-)

sábado, agosto 08, 2009 10:45:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Olá Maria. Mudaste de casa mas a qualidade da "decoração" mantém-se :-). Bonitos desenhos.
Beijinho

domingo, agosto 09, 2009 2:30:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home