O Último dos Moicanos: Março 2007

sexta-feira, 30 de março de 2007

Confissões...

Há dias a comunicação social afirmava que Khalid Sheikh Mohammed, o alegado cérebro do 11 de Setembro, havia confessado a autoria do mesmo. “Fui responsável pela operação de 11 de Setembro de A a Z. Eu era o director de operações de Usama Bin Laden para a organização, planificação, acompanhamento e execução dos atentados" afirmou. Khalid foi detido no Paquistão, em Março de 2003 e transferido para Guantánamo no ano passado. O prisioneiro confessou ser responsável por 31 operações da Al-Qaeda, entre as quais se contam as tentativas de assassinato de Bill Clinton, Jimmy Carter e João Paulo II. Confessou também ter planeado o atentado com um carro armadilhado contra o Word Trade Center, em 1993 e o atentado de Bali em 2002. Reconheceu ainda que, depois do 11 de Setembro, planeou atentados contra a Library Tower em Los Angeles, a Torre Sears em Chicago, o Empire State Building em Nova Iorque e o Plaza Bank em Washington. Confessou ainda que, também planeava a destruição do canal do Panamá, do porto de Singapura, e de barcos e petroleiros norte-americanos nos estreitos de Ormuz e Gibraltar. Ao ler isto pensei: - Mais uns meses em Guantánamo e o “artista” confessa que é o responsável pela gripe das aves e pelo aquecimento global… Ah… Mas como não há bela sem senão, esta confissão tem um pequeno detalhe por explicar… Como é que Khalid Sheikh Mohammed pode ter planeado um ataque contra o Plaza Bank se não sabe da sua existência? O edifício foi inaugurado em 2006 e Khalid está preso desde 2003 sem quaisquer contactos com o exterior.
Apache, Março de 2007

Etiquetas: ,

sábado, 24 de março de 2007

O homem de Maçada, ou a maçada do homem...

Raramente referencio textos publicados noutros blogues, mas toda a regra admite excepção, ou talvez não, se considerarmos que esta também é uma regra, logo susceptível a excepções. Mas, porque o assunto, que se arrasta há muitos meses na “blogosfera” está, cada vez mais na ordem do dia, porque o autor do texto está a desenvolver uma investigação pessoal dedicada e honesta, cingindo-se aos factos e fugindo à tentação das opiniões pessoais, porque a sua escrita é simples e fluida, porque tenho acompanhado com particular curiosidade o desenrolar da “novela”, não posso deixar de recomendar a leitura do blogue “Do Portugal Profundo”, onde as últimas publicações têm sido dedicadas à sombra que paira sobre as habilitações académicas do Sr. José Sousa.
(Para aceder ao blogue, cliquem na imagem abaixo)Apache, Março de 2007

Etiquetas:

sábado, 17 de março de 2007

"Referendaram-no", agora aturem-no...

O governo apresentou recentemente o anteprojecto da primeira lei de política criminal, que vigorará entre Setembro de 2007 e 2009, entre outras aberrações, a proposta prevê como alternativa à prisão “a aplicação da suspensão provisória do processo” no caso de abortos praticados após as dez semanas. Ou seja, despenaliza-se o aborto, quando praticado nas dez primeiras semanas e suspende-se qualquer tentativa de penalização quando este se praticar nos nove primeiros meses. Apetece-me citar Alberto João Jardim: “– O aborto? Está a governar muito mal!”
Apache, Março de 2007

Etiquetas: ,

sexta-feira, 9 de março de 2007

Silêncio

Entre o meu e o teu mundo há mil quilometros de chão, mas o calor da tua pele vai alimentando esta ilusão… As palavras que não dizes ouço-as no vento e no mar e o sorriso dos teus olhos vai brilhando no meu olhar... E és tu que por mim sorri no meu sorriso hesitante... como a luz do meio dia secreta no ar brilhante! Apache, Março de 2007

Etiquetas:

quinta-feira, 8 de março de 2007

É preciso ter “lata”...

O Departamento de Estado norte-americano apresentou ontem o relatório anual, sobre o respeito pelos direitos humanos. Nele, Portugal é criticado, apontando o relatório “abusos das forças de segurança, más condições das cadeias, recurso excessivo à prisão preventiva e tráfico de mão-de-obra estrangeira e tráfico de mulheres”. Claro que este tipo de abusos acontece infelizmente em Portugal, cada vez mais, como acontece aliás na maior parte dos países. O que é hilariante é serem os virtuosos Estados Unidos a apontarem-nos o dedo. É certamente em desespero de causa, que o menino Jorginho, com as calças completamente borradas, tenta desviar as atenções, apontando o menino Zézinho por este ter deixado cair nas calças a última lágrima do Francisquinho.
Apache, Março de 2007

Etiquetas: , ,

domingo, 4 de março de 2007

Uma verdade inconveniente…

Segundo a Nashville Electric Service (a companhia de electricidade lá do burgo), a mansão de Al Gore, situada em Belle Meade – Nashville, consumiu em 2006, 221 000 kWh de energia. Ou seja, consumiu a cada dois dias mais electricidade que eu num ano inteiro e que um etíope em seis anos. Quanto ao consumo de gás, ficou muito próximo de repetir idêntica proeza. Se o Sr. Gore vivesse em Portugal, teria pago no ano transacto uma factura energética superior a 80 000 euros, mas como é norte-americano, ficou-se pelos 30 000 dólares. Não fossem as ridículas “verdades” do seu sermão e seria caso para dizer – Bem prega Frei Tomás…
Apache, Março de 2007

Etiquetas: ,

sábado, 3 de março de 2007

Estão todos de parabéns…

A “Ciência” do Aquecimento Global ganhou dois merecidos Óscares! Mas não me conformo com o facto de, passados cinco anos, ainda não ter sido atribuído galardão (pelo menos) equivalente à melhor produção americana de sempre “11 de Setembro de 2001”.
Apache, Março de 2007

Etiquetas: ,