O Último dos Moicanos: “Hoje é preciso saber-se muito…”

domingo, 14 de setembro de 2008

“Hoje é preciso saber-se muito…”

Na passada sexta-feira, de visita à Escola Secundária José Gomes Ferreira (Lisboa), no âmbito da iniciativa “O dia do Diploma”, dirigindo-se aos alunos, José Sócrates disse que “hoje é preciso saber-se muito para se entrar no mercado de trabalho”. Uma vez mais, como já vem sendo hábito, disse-o e conseguiu não se rir. É que felizmente isso ainda não é válido para todos os empregos, no entanto, é fundamental para uma carreira política de relevo. Veja-se por exemplo o caso de Maria de Lurdes Rodrigues a quem faríamos uma injustiça se considerasse-mos que (apenas) sabe muito, quando de facto, a figurinha, sabe-a toda. Para os incrédulos nas capacidades da dita, deixo dois exemplos: 1- Cavalo de batalha da sua tutela foi a implementação de um Novo Estatuto da Carreira Docente e de um novo modelo de avaliação de professores, pois tal (dizia) era fundamental para a melhoria dos resultados escolares. Atente-se no número 2 do artigo 3º do Decreto Regulamentar nº 2/2008, de 10 de Janeiro: “a avaliação de desempenho do pessoal docente visa a melhoria dos resultados escolares dos alunos (…)” Ora, durante os três anos da senhora à frente do Ministério da Educação, nos dois primeiros, a avaliação dos professores não se realizou devido ao congelamento da progressão na carreira e no último (2007/2008) apenas os contratados foram avaliados e de forma simplificada. Apesar disso, nesse período (repito, três últimos anos), a taxa de retenção e abandono escolar caiu 27,2% no ensino básico e 29,3% no ensino secundário; 2- No início de 2008, confrontada com a impossibilidade técnica de aplicação em tão curto tempo, do complexo modelo de avaliação que havia elaborado, a dona Lurdes teimou na necessidade de avaliação, ainda que simplificada, dos docentes contratados, sem a qual, não poderiam concorrer ao concurso correspondente ao ano lectivo que agora se inicia. No entanto, a avaliação deste ano lectivo de 2008/2009, nos moldes em que está legislada, só deverá ficar concluída, na melhor das hipóteses, no final de Julho de 2009, podendo mesmo prolongar-se até 31 de Dezembro de 2009. Porém, em Fevereiro, deverá decorrer o concurso para colocação e afectação de docentes que será válido por 4 anos, obviamente, sem que qualquer avaliação tenha sido concluída. Ainda há quem ache que a lógica é uma batata, mas a maioria começa a considerar que é mais provável que seja um robusto ramo de cenouras, que Lurdes Rodrigues vai devorando com avidez.
Apache, Setembro de 2008

Etiquetas: , , , ,

2 Comments:

Blogger cris said...

Hello! Estás bem? Sorry for the delay eheheh

De facto, hoje é preciso saber-se muito mas não necessariamente com qualidade e ética. É preciso saber ser aldrabão, ladrão, vigarista. POrque aaim chega-se bem longe... Ai este sr sousa mata-me.

Beijocas larocas e bom ano

domingo, setembro 14, 2008 2:12:00 da tarde  
Blogger Apache said...

Está tudo bem, Cris. Não te tenho visitado por falta de tempo.
Subscrevo o teu comentário.
Beijoca

quinta-feira, setembro 18, 2008 2:19:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home